eportefólio – Natércia Dias

caminhando…desbravando…encontrando

PLANIFICAR A INTEGRAÇÃO DAS TIC NO CURRÍCULO

Posted by naterciadias em Fevereiro 14, 2008

Trabalho realizado para a Disciplina de Integração curricular das TIC

PLANIFICAR A INTEGRAÇÃO DAS TIC NO CURRÍCULO

Posted in trabalhos realizados | Leave a Comment »

ICTs -inEducation – ToolKit

Posted by naterciadias em Fevereiro 10, 2008

In http://www.ictinedtoolkit.org/usere/p_page.php?section_number=0

Parece muito interessante – Para ler com mais atenção

Posted in tecnologias e currículo | Leave a Comment »

Avaliar/medir a integração das TIC no Currículo

Posted by naterciadias em Fevereiro 9, 2008

em http://education.qld.gov.au/smartclassrooms/strategy/sp_census_learning.html , o Department of Education, Training and the Arts , de Queensland tem um site muito interessante de apoio à integração das TIC.

Entre outros instrumentos interessantes, existe uma aplicação para os professores  e escolas avaliarem a extensão, profundidade e qualidade das suas estratégias de integração curricular das TIC.

No ficheiro em anexo (um instrumento de avaliação da integração das TIC), encontra-se a tradução desse instrumento, bem como de outros instrumentos utilizados (Censos e o Plano). Infelizmente não se consegue ter acesso a tudo.

Posted in tecnologias e currículo | Leave a Comment »

Educação e sociedade da informação : uma perspectiva crítica sobre as TIC num contexto escolar

Posted by naterciadias em Fevereiro 6, 2008

Título:  Educação e sociedade da informação : uma perspectiva crítica sobre as TIC num contexto escolar
Autor:  Vieira, Maria Alexandra Nogueira
Orientador:  Afonso, Almerindo Janela
Data:  2005
Resumo:  A expressão sociedade da informação é indissociável dos processos de globalização económica capitalista e do actual papel dos Estados nacionais. Por isso, na generalidade dos discursos e das análises, a expressão é entendida como um desafio, em direcção ao qual é suposto que todos os cidadãos se mobilizem, com vista a alcançar a designada sociedade do conhecimento. Por esta razão, muitos dos teóricos da sociedade da informação invocam as escolas e os sistemas educativos como parte fundamental do processo de mudança ambicionado. Tal como noutras áreas da actividade humana, a introdução das tecnologias da informação e comunicação (TIC) em contexto escolar, tem vindo a ser alvo de reflexão e análise, em relação aos impactes que elas têm e às mudanças que podem provocar no processo de ensino-aprendizagem. Sendo a abordagem da temática educação e sociedade da informação complexa e geradora de controvérsia, incluímos a discussão sobre os sentidos e assunções em torno do uso polissémico, naturalizado e pouco problematizado, de vocábulos e expressões que perpassam em algumas visões e nos discursos. Assim, a aparentemente inócua e neutra solicitação à Educação em torno da sua suposta adesão à sociedade da informação, frequentemente referida nos discursos da União Europeia, foi também discutida, analisada criticamente e confrontada com as práticas dos actores educativos, neste caso através da análise de textos, entrevistas e inquéritos por questionário. Os ritmos actuais de permanente inovação tecnológica parecem não ser compatíveis com os ritmos dos contextos escolares, apesar das pressões que as escolas têm vindo a ser alvo no sentido de se adequarem à sociedade da informação. Os argumentos que têm promovido a implementação das TIC nas escolas previram que estas iriam facilitar os processos de ensino e promover ganhos para todos os alunos. Porém, as práticas dos actores educativos têm vindo a revelar que esta associação não é linear. Assim, a compreensão da generalização do uso das TIC em contextos escolares, como qualquer outra mudança em educação, exige abordagens complexas e integradoras, que permitam, por um lado, ajuizar as orientações nas suas potencialidades e limites e, por outro, alargar o conhecimento crítico desta realidade social.
Descrição:  Dissertação de mestrado em Educação, área de especialização em Sociologia da Educação e Políticas Educativas.
URI:  http://hdl.handle.net/1822/3276
Arbitragem Científica / Refereed: 
Aparece nas Colecções: BUM – Dissertações de Mestrado

Posted in tecnologias e currículo | Leave a Comment »

Learning with ICTs: Measuring ICT Use in the Curriculum

Posted by naterciadias em Fevereiro 6, 2008

 In http://education.qld.gov.au/smartclassrooms/strategy/sp_census_learning.html 

 Ver ficheiro com tradução/síntese do site e do instrumento de avaliação  (um instrumento de avaliação da integração das TIC)

Overview

The Learning with ICTs: Measuring ICT Use in the Curriculum tool enables teachers and schools to gauge the extent, depth and quality of their ICT curriculum integration strategies.

Schools can download this tool to the school network for teachers to use online or print hard copies with subsequent data entry.

By using the tool, schools can:

  • identify the current and preferred level of ICT curriculum integration in each of their classrooms
  • identify each individual class’s access to ICT
  • generate discussion and think strategically about the best ways to use and integrate ICT into the classroom.

Outputs from this instrument can be used to identify priority areas for implementation of ICT at class, teacher and school level.

Posted in tecnologias e currículo | Leave a Comment »

Changing worlds

Posted by naterciadias em Fevereiro 6, 2008

Changing worlds and new curricula in the

knowledge era

Nicola Yelland

*

Victoria University, Australiahttp://moodle.crie.min-edu.pt/file.php/341/moddata/data/16/191/127/changing_worlds._1_.pdf

Changing worlds and new curricula in the

Posted in tecnologias e currículo | Leave a Comment »

Systematic Planning for ICT Integration in Topic Learning

Posted by naterciadias em Fevereiro 6, 2008

Systematic Planning for ICT Integration in Topic Learning

in http://www.ifets.info/journals/10_1/14.pdf 

Posted in tecnologias e currículo | Leave a Comment »

Relating Technology Education Goals to Curriculum Planning

Posted by naterciadias em Fevereiro 6, 2008

http://scholar.lib.vt.edu/ejournals/JTE/jte-v1n1/zuga.jte-v1n1.html

Posted in tecnologias e currículo | Leave a Comment »

The End of Education. Redefining the value of school.

Posted by naterciadias em Fevereiro 6, 2008

POSTMAN, N. (1995). The End of Education. Redefining the value of school. New york: Vintage Books.  

  • A necessidade de deuses
  • Para conduzir a escolarização existem 2 problemas a resolver: a) problema metafísico; b) problema de engenharia, meio através dos quais os jovens se tornam aprendizes, aonde e quando as coisas devem ser feitas e como a aprendizagem é suposta ocorrer?
  • Não existe apenas uma resposta para isto. Para alguém se tornar uma pessoa diferente devido a algo que aprendeu – para se apropriar de um pensamento, de um conceito, de uma visão – é necessário haver uma razão. Este é o problema metafísico.
  • Razão diferente de motivação
  • Motivação refere-se a um estado psíquico temporário, no qual a curiosidade está desperta e a atenção focada
  • Para a escola fazer sentido, o jovem, os seus pais e os seus professores têm que ter um deus para servir, ou ainda melhor, vários deuses. Se não existir, a escola não faz sentido.
  • Deuses são narrativas com o o bjectivo de dar sentido ao mundo
  • Sem uma narrativa, a vida não faz sentido, sem significado, a aprendizagem não tem objectivo
  • Sem um objectivo, as escolas são edifícios de detenção, não de atenção
  • A grande narrativa da tecnologia (p.10)
    • Oferece-nos uma visão do paraíso
    • Fala-nos do poder
    • Oferece conveniência, eficiência, prosperidade aqui e agora
    • Oferece os seus benefícios a todos, pobres e ricos
    • Oferece a possibilidade aos pobres, através da sua devoção, de se tornarem ricos

Falso deus?

  

  • O contrário de uma sentença correcta é uma afirmação incorrecta, mas o contrário de uma verdade profunda é uma outra verdade profunda – Niels Bohr

  • Uma verdade= fanatismo

  • Mas é melhor ter apenas uma do que não ter nenhuma

  • As pessoas sem deus para adorar: cometem suicídio, álcool, drogas, violência…

  • Cry for myth – Rollo May

  • Houve tempos em que os educadores se tornaram famosos por fornecer motivos para a aprendizagem; agora tornam-se famosos por inventarem estratégias.

  • O deus da utilidade económica: se fores bom aluno, terás um emprego bem pago; tu és aquilo que fazes na vida;

  • O deus do consumismo: aquele que morrer com mais brinquedos ganha; tu és aquilo que acumulas na vida;

  • Deus da tecnologia

  

A tecnologia está aqui ou estará; nós temos que a usar porque ela está lá; tornar-nos-emos no tipo de pessoas que a tecnologia necessita; e, quer gostemos dela ou não, nós transformaremos a nossa instituição para a acomodar. E, isto tem que acontecer porque é bom para nós, mas em qualquer caso, nós não temos hipótese.

O que as escolas podem fazer pelos seus alunos além de tornar disponível ainda mais informação? Se não existe nada, então as novas tecnologias irão mesmo tornar as escolas obsoletas. Mas existe muito a fazer:

Fornecer uma forma séria de educação tecnológica. Tomar consciência dos malefícios; não tornar a tecnologia um deus.

 Alan Kay of Apple Computer –  Os problemas que a escola não consegue resolver sem computadores, a escola não consegue resolver com eles. 

O deus da tecnologia falha na transmissão dos valores sociais, um dos papeis das escolas.

É muitas vezes referido que as novas tecnologias tornarão iguais as oportunidades de aprendizagem para os pobres e para os ricos.

Mesmo no caso dos automóveis, que é uma comodidade que a maioria pode comprar (embora não todos), existem grandes diferenças entre os ricos e os pobres no que diz respeito à qualidade que está ao alcance.

As escolas não podem resolver os problemas da sociedade

  

  • 2 razões contraditórias para a escolarização:
    • As escolas devem ensinar os jovens a aceitar o mundo como é, com todas as suas regras culturais, requisitos, constrangimentos e mesmo preconceitos;
    • Os jovens devem ser ensinados a ser pensadores críticos, à medida que se tornam homens e mulheres de mente independente, distanciados da sabedoria convencional do seu próprio tempo e com força e competências suficientes para mudar o que está errado.

Posted in tecnologias e currículo | Leave a Comment »

A influência das tecnologias da informação e comunicação (TIC) no desenvolvimento do currículo por competências

Posted by naterciadias em Fevereiro 6, 2008

Título:  A influência das tecnologias da informação e comunicação (TIC) no desenvolvimento do currículo por competências
Autor:  Castro, Catarina Sofia Cardoso e
Orientador:  Alves, Maria Palmira
Data:  4-Jul-2006
Resumo:  A influência das TIC no desenvolvimento do currículo por competências é uma investigação de natureza predominantemente qualitativa, tipo estudo de caso, que pretende compreender de que modo as TIC podem influenciar o desenvolvimento de um currículo por competências, isto é, averiguar a influência das TIC, enquanto componente do currículo de carácter transversal, como facilitadoras do processo de ensino- aprendizagem dos alunos, permitindo o desenvolvimento de competências (saber em acção), no contexto da Reorganização Curricular do Ensino Básico. Ao enquadramento teorico-conceptual, dedicamos os Capítulos 1 e 2, onde destacamos os conceitos mais relevantes para o estudo: Sociedade da Informação e/ou Sociedade do Conhecimento, projecto, metodologia de trabalho de projecto e explicitamos o referencial que sustenta o nosso projecto de investigação. As fundamentações teóricas que subjazem à escolha de metodologias de investigação e instrumentação, a descrição dos procedimentos de investigação e a discussão e análise dos dados recolhidos, são objecto dos capítulos III e IV. O estudo decorreu numa escola de ensino básico 2/3 e o corpus da investigação empírica é constituído por 22 professores, que leccionam os 7º e 8º anos de escolaridade e têm a seu cargo a Área de Projecto e o Estudo Acompanhado. Os métodos de recolha de dados utilizados foram a entrevista, a análise de documentos e o questionário. Os dois primeiros foram submetidos a uma análise de conteúdo e para análise do questionário recorremos ao cálculo de distribuição de frequências. Os resultados revelam que a principal finalidade da integração curricular das TIC é preparar os alunos para o ingresso na vida activa; os Projectos Curriculares de Turma são o documento onde mais se verificam preocupações com a integração das TIC; os professores consideram que esta componente deveria ser transformada numa Área Curricular Disciplinar, ou fazer parte integrante da área de projecto; as TIC favorecem o desenvolvimento de competências de pesquisa e estas promovem uma relação de interactividade; as TIC permitem diversificar estratégias, nomeadamente recorrendo a programas lúdico-didácticos, permitindo aos alunos aprender através do jogo. O elevado número de alunos por turma, juntamente com a ausência de computadores em todas as salas; a escassez do tempo devido à extensão dos programas, a falta de hábitos de trabalho colaborativo entre os professores das diferentes disciplinas são os principais entraves, para estes professores, à integração das TIC nas áreas curriculares disciplinares. Os professores, enquanto responsáveis pelo desenvolvimento do currículo, reconhecem a utilidade das TIC, pois a maioria dos alunos tem uma forte tendência para a utilização das TIC, aderindo rapidamente às tarefas propostas. No entanto, é de salientar a ausência de uma “cultura do conhecimento informacional”, face a uma cultura mais livresca, dado que uma pequena minoria de professores assume ter como preocupação a divulgação de software e sites educativos.

 

Descrição:  Dissertação de Mestrado em Educação
URI:  http://hdl.handle.net/1822/6097
Aparece nas Colecções: BUM – Dissertações de Mestrado

 

Posted in tecnologias e currículo | Leave a Comment »

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.